fbpx

Engenharia de Requisitos: Qualidade na Indústria Espacial

Engenharia de Requisitos: Qualidade na Indústria Espacial

O conceito de qualidade no setor espacial vem sofrendo evolução ao longo das décadas e a Engenharia de Requisitos torna-se fundamental para garantira a qualidade. No início, quando os projetos espaciais se limitavam a satélites e lançadores, os objetivos da qualidade se identificavam com o “sucesso da missão” e muitas vezes com a “confiabilidade de seus sistemas”. Com o advento dos sistemas tripuláveis e reutilizáveis, surgiram preocupações com a segurança da tripulação e a manutenção dos veículos espaciais. Estas preocupações colocadas em forma de requisitos seriam equivalentes estabelecer que os projetos espaciais deveriam atender:

  1. Confiabilidade: Garantir os desempenhos pelo tempo especificado;
  2. Segurança: Ser utilizados em condições seguras;
  3. Manutenibilidade: Ser reparados facilmente em caso de defeitos;
  4. Disponibilidade: Estar disponíveis quando solicitado;
  5. Gerenciamento de Riscos: Ser realizado levando-se em consideração as restrições de custo e cronograma.

Constata-se, portanto, que a qualidade não se limita apenas ao cumprimento dos requisitos de desempenho de um projeto ou de uma especificação. Pode-se dizer que a função qualidade é uma combinação de características e de desempenhos que resulta na excelência de resultados. Por excelência, entende-se a otimização de todas as características referidas anteriormente, empregando a melhor solução de projeto. A qualidade, também, está relacionada ao custo e ao cronograma do projeto. Conforme o trabalho exposto no SBPO “O Conceito e a Obtenção da Qualidade em Projetos Espaciais”.

Devido à alta complexidade dos projetos espaciais a engenharia de requisitos é equivalente a um processo sistemático e estruturado chamado engenharia de sistemas.

Segundo o INCOSE (International Council on Systems Engineering):

“A Engenharia de Sistemas é uma abordagem interdisciplinar que torna possível a concretização de sistemas de elevada complexidade. O seu foco encontra-se em definir, de maneira precoce no ciclo de desenvolvimento de um sistema, as necessidades do usuário, bem como as funcionalidades requeridas, realizando a documentação sistemática dos requisitos, e abordando a síntese de projeto e sua validação de forma a considerar o problema completo: operação, desempenho, teste, fabricação, custo, cronograma, suporte, instalação, etc.”

Quer saber mais sobre a importância da Engenharia de Requisitos no setor espacial e em outros? Entre em contato com a nossa equipe.

Fernando Cerri é Engenheiro Eletricista com ênfase em Eletrônica e Pós-Graduado em Gerenciamento de Projetos com mais de 15 anos de experiência na área de tecnologia. É Gerente de Projetos na OPENCADD atuando com os conceitos de Model-Based System Engineering e Model-Based Design.

 

 

 

 

 

Conteúdo relacionado:

  • Webinar

    O que é Engenharia de Requisitos?

    Confira o webinar
  • Short Video

    Para que serve Engenharia de Requisitos?

    Assista
  • Webinar

    Rastreabilidade através do ciclo de vida do produto com CRADLE

    Assista
  • Software para Engenharia de Requisitos

    Cradle | Overview

    Conheça o Cradle
  • Artigo

    Engenharia de Requisitos ainda vai virar requisito na sua empresa

    Saiba mais
  • No Mundo Acadêmico

    Parceria OPENCADD e UTFPR abre oportunidades para jovens talentos

    Confira os depoimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »